Nossa atuação

Trabalhamos lado a lado com estados e municípios para aprimorar fluxo, coleta e análise de dados dos serviços de saúde com o objetivo de apoiar a tomada de decisão da gestão pública e impactar positivamente na vida da população.

Resposta à Covid-19

CoronaCidades

Em parceria com IEPS e Instituto Arapyaú, criamos uma plataforma online para apoiar municípios e estados brasileiros na resposta ao coronavírus com ferramentas e atendimento especializado. Ao longo de 2020, o CoronaCidades passou a hospedar o Farol Covid, que oferece uma análise inteligente de dados abertos para mostrar a situação do coronavírus em cada cidade brasileira e também a Escola Segura, com guias e protocolos para possibilitar uma reabertura planejada da rede pública de ensino.

Painel de dados da Covid-19 no Ceará

O painel de Níveis de Alerta do Estado do Ceará oferece os principais indicadores da Covid-19 coletados e atualizados continuamente. A ferramenta tem como objetivo informar a população sobre a situação da Covid-19 em sua região e fornecer suporte aos gestores públicos, recomendando ações para cada indicador que demonstrar tendência de crescimento. O painel, lançado em dezembro de 2020, é resultado da parceria do Vetor Brasil e da Impulso, em colaboração com as equipes de Planejamento, Saúde e Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará, por meio do programa Vetores Impulsionando Governos.

Automatização do Boletim de dados Covid no Amapá

Automatizamos o boletim epidemiológico do governo do Amapá, com dados sobre o cenário da Covid-19 no Estado. Com a novidade, a elaboração do boletim epidemiológico, que antes era feita em uma lousa branca, passou a ser mais ágil, garantindo mais confiabilidade das informações e possibilitando que os servidores redirecionem mais de 100 horas semanais para outras atividades de inteligência e planejamento da resposta ao coronavírus. A iniciativa foi parte do projeto Vetores Impulsionando Governos, que contou com a parceria da Associação Samaritano e do Instituto Arapyaú, em que trainees pré-selecionados pelo Vetor Brasil contaram com o apoio do time da Impulso para atuar presencialmente, ao lado de servidores públicos, no desenvolvimento de capacidade analítica nos governos.

Formulário eletrônico para visualizar dados da saúde municipal

Com o objetivo de dar mais agilidade e maturidade ao fluxo de dados dos serviços de saúde, a equipe da Impulso atuou lado a lado com servidores de municípios brasileiros na criação de um Formulário Eletrônico de Notificação de Síndrome Gripal.

A solução, digital e gratuita, substitui as notificações em papel, o que favorece a visualização de dados e o monitoramento da Covid-19 nos municípios. O formulário foi implementado inicialmente no município de Bezerros, no Pernambuco, e ganhou novas  versões e adaptações para atender outros cinco municípios do país. A iniciativa foi realizada no âmbito do Programa de Apoio à Gestão da Crise do Instituto Votorantim e BNDES.

Painel de regulação de leitos em Alagoas

A pandemia ressaltou a necessidade de uma regulação, ou seja, de uma fila de acesso a leitos, ágil e centralizada para garantir acesso e tratamento de qualidade à população. No entanto, muitos governos ainda possuem pouca visibilidade sobre a oferta de serviços e sobre a agilidade do processo regulatório. Desenhamos indicadores para a regulação de leitos Covid-19 da Secretaria de Saúde de Alagoas referentes a acesso, tempo de regulação e tempo de resolução dos casos, para permitir que os gestores acompanhem, analisem e proponham ações para melhorar o processo regulatório.

Elevação da qualidade da Atenção Primária

Impulso Previne

Iniciado em 2020, o novo modelo de financiamento federal da atenção primária (Previne Brasil) estipulou uma série de metas a serem cumpridas pelos municípios, com impacto direto em seu orçamento. . Agora, quanto mais crianças estiverem vacinadas contra a pólio em determinada cidade, mais recursos do governo federal essa cidade irá receber. A principal mudança foi a de atrelar o financiamento a indicadores dos serviços prestados, gerando um desafio aos gestores que, em geral, não atuam sob uma lógica de monitoramento de dados. 

Pensando nisso, a Impulso desenvolveu o Impulso Previne, uma solução digital gratuita para auxiliar os municípios na gestão do Previne Brasil. A plataforma permite a visualização, no mesmo painel, de todos os indicadores determinados pelo programa e oferece recomendações específicas, incluindo consultorias personalizadas, para que os municípios saibam onde e quando focar seus esforços para melhorar seu desempenho e cumprir as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, evitando perdas de recursos para a atenção primária. 

A implementação do Impulso Previne é financiada por Fundação Behring, Instituto Opy de Saúde e Instituto Dynamo. A solução conta ainda com apoio institucional do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) e da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Os parceiros Umane, Artemísia e Instituto Votorantim apoiaram o piloto do projeto e na identificação do problema.

Apoio à Gestão Pública Saúde com Instituto Votorantim

Desde o começo de 2021, o Programa de Apoio à Gestão Pública (AGP) Saúde do Instituto Votorantim apoia pequenos e médios municípios na continuidade do enfrentamento à Covid-19 e na melhoria dos serviços de atenção integral à saúde. A Impulso atua na estruturação e operacionalização do projeto em 16 municípios parceiros do Instituto Votorantim, criando soluções para melhorar a execução de processos e a tomada de decisão da gestão da saúde municipal.

Agenda Saúde na Cidade

Uma iniciativa da Impulso, IEPs e Instituto Arapyaú, a Agenda Saúde na Cidade traz 10 propostas para responder aos desafios da Atenção Básica nos municípios brasileiros e orientar a gestão pública.

Melhora nos serviços de Saúde Mental

Indicadores de Saúde Mental da RAPS de Aracaju

Com apoio do Instituto Cactus, a Impulso desenvolve um conjunto de indicadores e implementa um painel de monitoramento de dados para a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) da Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju. No final de 2020, ao avaliar o aumento de transtornos mentais na população brasileira, aliado ao baixo número de organizações da sociedade civil trabalhando na temática, a Impulso decidiu torná-la uma prioridade na sua atuação. 

Desenvolvido ao longo do ano de 2021, o projeto tem como objetivo gerar entendimento e aprimorar o uso de indicadores na área de saúde mental dos municípios, com foco inicial na capital sergipana, para assim ampliar a capacidade dos governos para realizar diagnósticos do território e da população que atende e monitorar a qualidade dos serviços prestados na Rede de Atenção Psicossocial do SUS.